Por que é tão difícil mudar de hábitos?

Você acorda pela manhã. Levanta, vai ao banheiro, toma um banho e escova os dentes.

 

Volta para o quarto, se veste. Vai para cozinha e toma café da manhã.

 

Abre a porta do aprtamento, vai para garagem, entra no carro, dirige até o trabalho e ao chegar, lá estaciona.

 

Entra no prédio, vai até seu escritório e mais um dia começa.

 

Tenho absoluta certeza que você fez todas essas coisas, cada uma delas com diferentes etapas, e não pensa em nenhuma delas. Sabe por qual razão?

 

Elas já são hábitos e você as faz no piloto automático!

 

Nossos dias são recheados de hábitos e eles são regidos por um processo chamado Estímulo-Rotina-Recompensa. Vamos entender com o isso funciona!

 

 

 

Estímulo-Rotina-Recompensa (ERR)

 

Hábitos são ações que fazemos automaticamente, sem pensar, em resposta a estímulos do ambiente. Como estacionar o carro ou vestir a roupa para sair de casa.

 

Você faz essas tarefas durante o dia sem a necessidade de motivação extra ou “esforço mental”. Você executa uma série de etapas para concluir cada uma dessas tarefas, você cumpre cada uma delas no piloto automático.

 

Isso acontece porque esses hábitos estão enraizados em sua mente através de um processo chamado Estímulo-Rotina-Recompensa [1, 2]. Que funciona da seguinte forma:

  • Primeiramente um estímulo dispara uma resposta pré-programada no seu cérebro. Este estímulo pode ser simples como estar em determinado local ou uma determinada hora do dia;

  • Então você executa a rotina (hábito) que está estabelecida;

  • Finalmente, você recebe uma recompensa por isso, o que reforça positivamente esse comportamento habitual e faz com que ele se enraíze cada vez mais em seu cérebro.

Através da repetição desse processo os estímulos e recompensas ficam associados em seu cérebro e o desejo pela recompensa sedimenta a rotina.

 

Uma vez que esse novo padrão de comportamento está completamente sedimentado em seu cérebro com uma rotina, você não necessita mais de motivação para continuar com ele. Você não precisa estar ciente de cada coisa que esta fazendo. Quando o estímulo aparece o hábito faz o resto [3, 4].

 

Em muitos casos, os hábitos tornam nossa vida mais fácil. Fazemos algumas coisas no piloto automático e deixamos nossa mente livre para coisas mais importantes.

 

Contudo, quando nosso cérebro cria uma rotina negativa ou quando estamos tentando quebrar esse hábito enraizado, nos deparamos com um desafio.

 

Esse desafio é ainda maior quando estamos falando de hábitos ligados com a alimentação, com o exercício, com a saúde e até mesmo com tratamento de alguma doença. Isso porque eles exigem grande esforço e parecem que nos privam das recompensas.

 

É por essa razão que nós do Método Evolutivo, além de trabalharmos todas as questões ligadas com alimentação, exercício e sono, também ajudamos os praticantes do método a vencer esse desafio!

 

Fazemos isso através de uma série de recomendações e estratégias de fácil aplicação no dia a dia.

 

Se você tiver dúvidas ou curiosidades! Estou a disposição.

 

Grande abraço,

Carlinhos

contatometodoevolutivo@gmail.com

 

 

 

Referências

[1] Bayley PJ, et al. 2005. Robust habit learning in the absence of awareness and independent of the medial temporal lobe. DOI: 10.1038/nature03857

[2] Lally P, et al. 2009. How are habits formed: Modelling habit formation in the real world. https://doi.org/10.1002/ejsp.674

[3] Lally P, et al. 2010. Experiences of habit formation: A qualitative study. https://doi.org/10.1080/13548506.2011.555774

[4]  Gardner B, et al. 2011. A Systematic Review and Meta-analysis of Applications of the Self-Report Habit Index to Nutrition and Physical Activity Behaviours. https://doi.org/10.1007/s12160-011-9282-0

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivos
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social